Transtorno de Ansiedade em Idosos

 

A relação com a terceira idade vem mudando com o tempo. Com o aumento da expectativa e da qualidade de vida surgiram os idosos ativos que não se limitam a esperar e parar no tempo. Por um lado, isso é ótimo, por outro, certos aspectos psicológicos e transtornos tem se tornados mais comuns nesse grupo, como a ansiedade.

O que é o transtorno de ansiedade

O Transtorno de Ansiedade se caracteriza pelo medo e ansiedade excessivos que se refletem no comportamento. Podemos definir a ansiedade como a antecipação de ameaça futura, sendo frequentemente associada à tensão muscular e manutenção de um estado de vigilância que geram comportamentos de cautela ou esquiva.

Quando a ansiedade se torna patológica ela afeta negativamente a qualidade de vida, sendo fundamental compreender o transtorno, entendendo que ele pode estar presente na vida do idoso, necessitando de acompanhamento e tratamento adequados.

Quais são os sinais para ficar atento

Sinais de taquicardia, dores de cabeça, formigamento no corpo, sudorese, tremor, falta de ar e aperto no peito, tensão muscular, mente acelerada, insônia, além dos sentimentos de nó na garganta e impaciência podem ser sinais de estar dentro de um quadro de ansiedade. É perfeitamente normal nos sentirmos ansiosos frente algumas situações da vida, porém quando isso se torna frequente e constante, é hora de ligar o sinal de alerta, pois como dito, pode evoluir e trazer outros problemas para a vida do idoso.

Saúde do idoso

Mantenha-se ativo, fazendo exercícios físicos, caminhadas, converse com os amigos e familiares, faça uma atividade que te traga prazer, aprenda uma receita nova, brinque com os netos e tente dedicar sua atenção para as coisas que te fazem bem. Acompanhamento com um profissional especializado também se faz benéfico quando o assunto é transtorno de ansiedade.
Além disso, mantenha as consultas com o médico geriatra em dia e reporte para ele caso sinta alguns desses sintomas. É muito importante que todos os aspectos da saúde sejam acompanhados pelo médico, pois ele será capaz de identificar se os sintomas fazem parte de um quadro de transtorno de ansiedade ou de alguma outra condição clínica, e assim tomar as devidas providências. Aqui na minha clínica de geriatria e nutrologia no Ipiranga, e também nas consultas domiciliares que ofereço aos meus pacientes que residem em São Paulo e Grande São Paulo, tenho notado cada vez mais queixas que se enquadram em transtornos de ansiedade, por isso é importante esse acompanhamento com o médico.

Agende já a sua consulta!
Deixe seu telefone que ligamos para você:

Postado no(a) Blog