Porque o Coronavírus é mais preocupante em idosos

A pandemia do novo coronavírus vem colocando o mundo em alerta e forçando a adoção de medidas duras, isso porque o vírus é especialmente perigoso para os idosos. Os dados coletados até o momento mostram que o grau de mortalidade da Covid-19 aumenta consideravelmente com o avançar da idade.

 

Porque o coronavírus é mais grave em idosos

Embora pesquisadores e cientistas ainda estejam na fase de conhecer mais sobre o novo vírus, até o momento o maior risco para os idosos parece estar associado às alterações sofridas pelo sistema imunológico à medida que se envelhece.

Enquanto envelhecemos a resposta do nosso sistema imunológico inato e adaptativo se modificam. No sistema inato há diminuição da produção de proteína antiviral, a inflamação crônica de baixo grau que ocorre geralmente com o envelhecimento, impede o bom funcionamento do sistema adaptativo. Essas modificações tornam a resposta ao vírus mais ineficaz e lenta, dando vantagem ao microrganismo que pode rapidamente se apoderar do corpo, aumentando a gravidade da doença.

 

Como os idosos devem se proteger do coronavírus

Por isso, é fundamental proteger nossos idosos. Como até o momento não há vacina ou medicação com eficácia comprovada e protocolos estabelecidos, a prevenção é essencial.

Aqueles que estão acima de 60 anos devem praticar o isolamento social, mantendo-se em casa e de preferência sem contato direto com terceiros. Lavar as mãos com água e sabão ou fazer o uso do álcool em gel com frequência também é um cuidado que deve ser feito.

Sair de casa só em casos de extrema necessidade, sempre equipado com máscaras, luvas e tomando o cuidado de não tocar no rosto ou em outras pessoas quando estiver na rua. É importante também evitar de apoiar bolsas e sacolas no chão.

Ao chegar em casa, tire os sapatos antes de entrar em casa – uma boa medida é preparar uma caixa com uma mistura de água sanitária diluída em água para higienizar a sola –,  descarte as luvas em local apropriado, lave as mãos e retire a roupa utilizada, que deve ser acondicionada em sacola plástica até ser lavada. Se possível, tome um banho.

Não se esqueça de também de higienizar maçanetas, chaves, carteira, cartões utilizados e dinheiro. E vale lembrar: tudo que vier da rua deve ser higienizado, seja com água e sabão, álcool 70° ou produtos desinfetantes, bem com as superfícies que tenham sido tocadas por eles. Obedeça sempre às recomendações das autoridades de saúde. Com a união de todos, nós iremos vencer essa nova pandemia.

 

Consultas Domiciliares: alternativa segura para passar com o geriatra

Diante dessa situação atual em que não é recomendado sair de casa, principalmente os idosos, em caso de doenças, consultas de rotina e pacientes que precisam de acompanhamento do médico geriatra, a alternativa ideal é contar com um médico geriatra que faz atendimentos domiciliares. A grande vantagem dessa modalidade é o conforto do paciente, que não necessita se deslocar até o consultório ou hospital para receber os cuidados de saúde necessários.

Esse serviço eu já ofereço aos meus pacientes há um tempo para aqueles que não conseguem chegar ao meu consultório no bairro do Ipiranga em São Paulo, capital, e até mesmo para proporcionar mais comodidade e conforto durante o atendimento.

Se você tem interesse nas consultas domiciliares entre em contato comigo através das opções abaixo e saiba mais detalhes de como funciona e tenha mais essa comodidade.

 

Agende já a sua consulta!
Deixe seu telefone que ligamos para você:

Postado no(a) Blog